Guarda Municipal já opera em sistema integrado de radiocomunicação na mesma frequência da PM

Dentro das ações que visam aumentar a segurança e ordenamento nas praias da cidade, a Guarda Municipal do Rio de Janeiro (GM-Rio) deu continuidade, neste fim de semana (14 e 15/01), ao reforço do patrulhamento preventivo na orla, já atuando de forma integrada com a Polícia Militar por meio de radiocomunicação na mesma frequência. O sistema é uma das novidades do recém-criado Plano de Prevenção Contra Pequenos Delitos e Arrastões em Praias da Cidade, da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop), que já acertou também o apoio da GM nas ações de abordagem feitas por equipes da Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos em quatro pontos da Zona Sul (Arpoador, Corte do Cantagalo e dois em Copacabana) e na Central do Brasil.

 

A Guarda Municipal prendeu um homem por porte de drogas em Ipanema e apreendeu dez menores de idade flagrados praticando roubos e furtos no Arpoador. Duas crianças, por serem menores de 11 anos, foram encaminhados às equipes da Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos. Os demais foram levados para a Delegacia de Polícia do Leblon (14ª DP), onde o caso foi registrado.

 

Durante as ações de ordenamento na orla, foram ainda distribuídas cerca de 300 pulseiras de identificação para crianças e foram registrados nove casos de crianças perdidas, que foram devolvidas a seus responsáveis. Foram desmontadas três barracas de camping da areia e duas placas de sinalização irregular retidas.  Além disso, 60 carros foram rebocados por estacionamento irregular na orla das zonas Sul e Oeste nos dois dias.
Além do reforço na orla, a GM-Rio mantém o patrulhamento preventivo em todo o restante da cidade. No sábado, guardas que atuam na 10ª Inspetoria da GM (Cidade Nova) prenderam um homem por ter roubado um celular próximo ao prédio da prefeitura. Ele foi encaminhado para a Central de Flagrante da área.

 

O plano de prevenção da Seop contará ainda com o suporte de câmeras do Centro de Operações Rio (COR), redirecionadas para reproduzir, por exemplo, imagens da faixa de areia. Na soma de esforços por ações preventivas de segurança pública, a Guarda passa a ter também acesso direto aos índices de criminalidade registrados pelo ISP (Instituto de Segurança Pública). Estes dois artifícios já entrarão, no próximo fim de semana, no planejamento operacional da GM-Rio, braço avançado da Seop que segue buscando a integração das diversas frentes de segurança pública.

 

– Já realizamos reuniões com os comandos da PM e dos Bombeiros voltadas ao operacional. Estivemos também com o ISP e com o secretário de Segurança Roberto Sá, e até com o ministro da Defesa e representantes da Abin tratando das ações de inteligência. Nosso objetivo é unir as forças de todas as esferas com o foco na segurança pública do Rio – disse o secretário municipal de Ordem Pública, coronel Paulo Cesar Amendola.

 

O plano de prevenção da Seop conta nas ruas com o efetivo da Operação Verão da GM-Rio. São 70 GMs durante a semana e 200 nos fins de semana e feriado atuando na areia, na orla e agora também nos principais corredores de acesso ao metrô e a pontos de ônibus.