Paulo Messina será o líder do Governo na Câmara dos Vereadores

O prefeito eleito Marcelo Crivella convidou, e o vereador Paulo Messina (PROS) aceitou ser o líder do Governo na Câmara. Messina era o nome cotado para assumir a pasta da Educação, mas Crivella acabou optando pelo cientista político César Benjamin.

O SRzd apurou como se deu este processo nos bastidores:  Messina não havia aceitado o primeiro convite pois havia uma expectativa do Indio da Costa assumir a pasta, mas que agora mediante a indicação do César Benjamin, nome que o agrada, Messina aceitou o novo convite que lhe foi feito.

Para provar sua satisfação com a indicação de César Benjamin, Paulo Messina distribuiu uma nota apoiando a escolha e se colocando à disposição para ajudar. O convite surgiu no início da tarde desta terça-feira (21).

Leia a mensagem de apoio a César Benjamin:

Sobre César Benjamin, novo Secretário de Educação:

1) Li todas as mensagens de vocês dos últimos dias, não deixei de ler nenhuma. Apenas fiz a opção de não respondê-las por não ser a hora. Também não será possível responder uma a uma, então vai aqui, a todos:

2) Não tenho como começar a agradecer o carinho e a confiança de vocês. Quero muito que vocês se coloquem no meu lugar, recebendo essas mensagens, para sentir – pelo menos um pouco – a felicidade que traz ter meu trabalho e o da equipe reconhecidos. A sagrada esperança de cada um de vocês depositada em nós. MUITO OBRIGADO E MUITO EMOCIONADO! <3

3) Um pouco da história. Nunca houve o compromisso de troca de apoio por cargo com Crivella. A Secretaria nunca foi negociada, prometida, convidada ou desconvidada. O apoio foi pelo diálogo e pela realização dos nossos projetos. Eles estão acima de nós! Tanto que, quando nos conhecemos há alguns meses, ele já tinha me apresentado César Benjamin, que seria seu secretário, e que inclusive participou de reuniões conosco e com lideranças de várias categorias (aqui, algumas podem confirmar). A única coisa que pedi a ele foi diálogo com o secretário e que trabalhássemos juntos pela realização daqueles projetos que resumiam a esperança de pais e profissionais da Rede.

4) César não é só amigo de Crivella, tem acima de tudo tem uma caminhada forte de militância histórica para nosso país e representa uma aceno de que a escola será laica e republicana. É um excelente nome para a pasta. Meu coração está feliz.

5) Confesso que, entre o vai-e-vem de especulações sombrias, meu coração ficou apertado por vários momentos, mas agora se enche de esperança.

6) Crivella me encantou pela sua capacidade de escuta e diálogo. Ele incorporou várias das nossas propostas no seu próprio programa de governo, modificando-o, gravando vídeos conosco. Fez reunião com geral com as categorias. Discutiu as propostas uma a uma. Assinou o compromisso.

7) Quero aqui deixar então minha palavra de esperança a todos. (a) Como professor, falo aos educadores como eu: é uma nova era que se inicia, com uma rede que deverá mudar drasticamente. A SME não pode ser a mesma que vem sendo desde a época do Conde; (b) Como pai de aluno da rede, falo a vocês, responsáveis: está provado que a escolha foi para cuidar das pessoas, dos nossos filhos, e não por uma troca de favor político; (c) Como vereador e presidente da Comissão de Educação e Cultura da Câmara, trabalharei em parceria com o novo secretário, contribuindo e desejando sucesso ao seu trabalho à frente da mais importante pasta da prefeitura: a Secretaria Municipal de Educação.

E que venha 2017 com muita renovação e novos horizontes! Parabéns, Secretário César! Confio e apoio a escolha do prefeito Crivella, e peço o mesmo de vocês: união em torno de nossos objetivos: uma educação pública de qualidade para nossas crianças.

Antes disso, como não temos férias, vou já buscar marcar uma reunião com o novo secretário e mando notícias.

Amo vocês, e até breve!