Secretário de Educação defende aumento do repasse da Prefeitura às creches conveniadas

Em sua participação no Papo Carioca da última segunda-feira (23/10), o secretário de Educação, César Benjamin, defendeu o aumento do repasse da Prefeitura para as creches conveniadas

 ao município. Segundo o secretário, apesar da polêmica em torno da medida, a escolha foi justa.
“Tínhamos que escolher entre colocar o dinheiro no Carnaval ou nas creches, e optamos pelas crianças. Até porque as creches conveniadas dependem fortemente desta ajuda, enquanto o Carnaval pode buscar parcerias na iniciativa privada. Eu diria que seria até uma covardia não fazer isso”, defendeu César Benjamin.
Presidente da associação de creches comunitárias, Eliana Albernaz destacou a importância da atuação das creches.
“Há creches que vão aonde o Estado não conseguiu ir, então é importante valorizar esse trabalho. Para as creches comunitárias, esse aumento no repasse é uma primavera: materiais novos, treinamento de pessoal, melhorias na estrutura física”, comentou.
O aumento do repasse, publicado no Diário Oficial no último dia 10, irá beneficiar 158 creches conveniadas ao município. Antes, o valor repassado era de R$ 300 por criança, e com o reajuste cada creche receberá R$ 600 per capita. Como a mudança é retroativa a agosto, a previsão orçamentária de 2017 para essas instituições passou a ser de R$ 82 milhões.
Segundo o padre Enrico Arrigoni, responsável pela creche Cantinho da Natureza – conveniada ao município –, o dinheiro extra salvou a instituição.
“Há uma urgência para usar a verba extra. Sem esse dinheiro, estávamos destinados a fechar. Pagamos nossas dividas, colocamos em dia nossos compromissos com professores, fornecedores. Ainda não estamos como deveríamos, mas já ajudou muito”, disse.
Estudo motivou mudança
De acordo com o secretário de Educação, um estudo sobre a distribuição de creches no Rio de Janeiro constatou que a participação das creches conveniadas na rede municipal era a metade, em termos percentuais, das redes de outras capitais. Com esses números em mãos, o responsável pela pasta da Educação viu que havia a possibilidade de aumentar a oferta de vagas nas creches, mas seria necessário alocar mais dinheiro para essas instituições.
A aposentada Terezinha Freitas, entrevistada pela equipe do Papo Carioca, apoiou a iniciativa.
“Tem muita mãe querendo trabalhar que não pode porque não tem onde deixar seus filhos. Investindo nas crianças estaremos investindo no futuro”, afirmou.
Sobre o Papo Carioca
O Papo Carioca é transmitido, ao vivo, pela página da Prefeitura do Rio no facebook. O programa tem duração de meia-hora e interage com os usuários, respondendo perguntas realizadas nos comentários do vídeo, enviadas por um número de WhatsApp ou utilizando a hashtag #papocarioca no Twitter.
A jornalista Neide Diniz apresenta o programa, e as transmissões ocorrem sempre às segundas e quintas-feiras, às 20h.